19 de abril de 2010

Iconoclastias..

Nosso cérebro gera 40 W de potência. Dá para acender uma lâmpada. Foi moldado para ser econômico. E eficiente. Quanto mais tempo for gasto para fazer um cálculo ou um pensamento novo e complexo, mais energia consome. Em nome da eficiência, usa "atallhos" para perceber o mundo. Usa os olhos, os ouvidos e acredita no que as gerações repetem. Precisa poupar energia. Baseia-se em informações passadas e em experiências de outros. É avesso a "novas" verdades. Responder negativamente ao novo é uma "armadilha" dessa eficiência. Romper é gastar energia. A verdadedeira inconoclastia (destruir ícones) nasce de um cérebro ineficiente, nesses termos, e de uma resposta positiva ao medo. Os iconoclastas veem as coisas de forma diferente porque não se deixam aprisionar por essas armadilhas. Já se perguntaram? O que seria da humaninidade sem os iconoclastas??

Nenhum comentário:

Postar um comentário