19 de dezembro de 2011

O fim das utopias...

Vou ser pessimista agora.
Mas como é difícil.
Viver utopias!
A idéia de mudar o homem.
E radicalmente o seu meio.
Trazendo a felicidade.
Que a modernidade não trouxe.
Esbarra no gosto sedutor.
Da independência individual.
Que o capitalismo sugere!
Aí que vem o pepino.
Se a liberdade individualista.
É contraditória à pan-felicidade.
A felicidade imposta.
Será sempre difícil de engolir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário