8 de dezembro de 2011

Av. Paulista, 120 anos...meu amor!



Sim, ela nasceu pros ricos.
Sim, ela foi dos Barões do Café.
Sim, ela foi da burguesia comercial.
Sim, ela teve mansões que viraram prédios.
Sim, ela foi a sede dos Bancos.
Sim, ela foi das multinacionais.
Sim, ela virou funcional.
Sim, veio o MASP, o Conjunto Nacional e o Metrô.
Sim, sim, sim.
Mas ela é sobretudo do povo!
Dos torcedores de time.
Dos corredores de maratona.
Dos namorados, gays, punks e yuppies.
Dos manos, rockers, loucos e emos.
Dos paulistas, gringos e turistas.
Dos cines, teatros e restaurantes.
Das livrarias, cafés e bares.
Da pressa, da mescla...... e do mundo!
Adoro você, Avenida Paulista!
A materialidade do homem na cidade.
O seu sentido maísculo e absoluto:
Os diferentes na rua!

Nenhum comentário:

Postar um comentário