15 de dezembro de 2011

Na média, todos iguais...

Fora os muito azarados.
E os muito sortudos.
Eventos bons e ruins.
Acontecem, em doses parecidas.
Pra todos.
Aí vem a grande sacada.
"Interpretá-los".
É a chave de tudo!
Daí deriva a diferença.
De se atirar do prédio.
Ou seguir em frente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário