7 de dezembro de 2011

A democracia corinthiana e os torcedores de hoje...

Socrátes foi um gênio social!
Entendeu seu próprio tempo.
E abriu mão do seu poder.
Seduzindo outros jogadores.
A aderir à democracia.
Na prática, todos eram ouvidos.
Do craque ao roupeiro do time.
O que dava coesão ao grupo.
Nessa vanguarda política.
Curioso perceber hoje.
A pieguice do auto-marketing.
De grosso dos corinthianos.
Porque é aquela coisa.
Saem dando "carteiradas".
Como os mais apaixonados.
Dentre os torcedores de clubes.
Nada mais elitista e reacionário.
Além de risível!
Afinal, como se mede.
Quem torce mais que quem?

2 comentários:

  1. Como assim? Como se mede quem torce mais que quem? Não existe régua ou balança que possa medir ou pesar um sentimento. Sentimento (neste caso, amor pelo time) é algo mensuravel? Podemos dizer que o amor da mãe de Jesus por ele, era maior do que o amor da mãe de Juda? O futuro não moram com o passado. A ápoca de Sócrates, se foi... Ficou pra História. Mudamos por qo tempo exige mudança. SOMOS OS MELHORES!!!! RSSSS Abs, Jocks.

    ResponderExcluir
  2. Desculpas, onde se lê Juda, se - lê: JUDAS.

    ResponderExcluir