2 de maio de 2011

Sobre celestialidades...



Amo o outono.
Sobretudo em Brasília.
Pra mim, a melhor estação.
Nubla pouco.
Quase não chove.
O calor cede.
E não faz frio.
Mas o lindo, lindo.
É a alternância.
Na jornada do dia.
Entre céu azul.
E noites estreladas.
Não sei, não.
Mas o excesso de luz.
Determina o humor.
E deixa a gente feliz.
É uma maravilha.
A luminosidade do azul.
Acaricia a visão.
Surgem insights.
Alegrias rápidas.
E fundamentalmente.
Uma absurda e brutal.
Vontade de viver!

Nenhum comentário:

Postar um comentário