15 de dezembro de 2010

Sagrada incoerência...

Me assusto.
Com quem enche a boca.
Pra cobrar coerência.
E inflexibilidade.
A concessões.
Me assusto.
Na defesa.
De valores inegociáveis.
Princípios e idéias.
Imutáveis.
Na total rigidez.
De outro ângulo.
Avançar.
É sim, renegar idéias.
Inadequadas ao momento.
Sua ou dos outros.
E mais.
A incoerência.
É uma virtude sagrada.
Porque permite transitar.
Em situações concretas.
Assino o Oscar Wilde:
"A coerência é o último refúgio.
Dos sem fantasia"!.

Um comentário:

  1. Nem tão lá, nem tão cá. Exigir coerência é dureza, aceitar total incoerência é igualmente assustador. (Fabiana Carvalho)

    ResponderExcluir