4 de dezembro de 2010

Cajuína...

Existirmos.
A que será.
Que se destina?
Incrível.
Sempre achei.
Uma canção gay.
Só outro dia.
Descrobri que era.
O encontro do Caetano.
Com o pai do Torquato.
Que coisa...

Um comentário: