23 de janeiro de 2012

Relações do sexo e morte....

O paciente recém operado do coração.
Morria de tesão pela enfermeira.
A viúva a caminho do enterro do marido.
Sentia sensações sexuais pelo motorista.
A gêmea passou a ter orgasmos múltiplos.
Depois da morte da irmã.
Sim, histórias estranhas.
Mas verdadeiras!
A força da sexualidade, energia vital.
É boa resposta e alívio da angústia da morte.
Aquela máxima de Terêncio:
"Sou humano, e nada humano é estranho a mim!".

Nenhum comentário:

Postar um comentário