19 de outubro de 2011

Pensar pode ser fatal...

Curioso isso!
Todo esse "tsunami".
Do entretenimento moderno:
Televisão, games, internet, festas.
Somado à falta de tempo.
Desviou as gerações atuais.
De uma visão mais edificante.
E humanista, da própria vida.
A gula por conhecimento.
Virou "código de barras".
Uma furiosa preguiça intelectual.
Tomou mentes e corpos.
Nenhum tema merece profundidade.
E tudo vai pra lá e pra cá.
No rítmo da velocidade estéril.
Da "era da informação".
E essa rota, ponto-de-fuga.
De uma alta cultura.
Não nos impede de gozar.
Sob à rajada frenética.
De bilhões de caracteres.
"Quem lê tanta notícia?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário