28 de outubro de 2011

Com a palavra: os espíritas.

Não sou religioso.
E adoro provocar, em especial.
A religão da classe alta.
Somos, finalmente.
7 bilhões de pessoas no Globo.
Mas já fomos 1 bilhão.
Se cada pessoa é uma alma.
A conta não fecha!
Há, por acaso.
Um “criador de almas”?
Uma fila no céu pra “reencarnar”?
Quando alguém nasce.
É alma velha, ou alma nova?
Fico curiosíssimo!
Como se operacionaliza esse troço?

Nenhum comentário:

Postar um comentário