25 de outubro de 2011

Desesperado!



Cai de cabeça.
Na biografia do Leminski.
Que desespero que dá!
O cara lutava bravamente.
Para viver de poesia.
Era uma postura ideológica.
Não planejava ter casa na praia.
O carro do ano, ir na “melhor micareta”.
O cara queria “brincar”, sim.
Com as coisas sérias da vida!
Experimentar, experimentar.
E experimentar.
E o que vivemos hoje?
Esse nada!
Todo mundo correndo.
Pra cuidar “de sua vidinha”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário