29 de novembro de 2010

Teorias e práticas..

Senso comum é dose!
Adoro quem os desafia.
Diz mais, a Regina:
É uma ficção crer.
Na continuidade do prazer.
Transando 30 anos.
Com a mesma pessoa.
Pensando assim.
Fidelidade.
"Teoricamente".
Não seria importante.
Para ser amado.
Para dar certo.
Bastaria, digamos.
Algumas "concessões".
Hum...
Vai dizer isso por aí!
Não tem um que topa.
"Na prática, a teoria é outra".
Diria Cora Coralina.

Um comentário:

  1. hummm sei não...
    Umberto, acho que nascemos no tempo errado.
    Noto que pensamos à frente de nosso tempo.
    Apesar de nosso tempo ser tido como "moderno", "liberal" e "evoluído".
    Acho que evoluídos somos nós.
    Que peitamos o que sentimos, o quê e como fazemos.
    Deixamos claras as nossas convicções e estamos sempre atentos "ao que nos cerca", sem medo do juízo alheio.
    Isso é assunto pra horas!
    Bjos

    ResponderExcluir