19 de novembro de 2010

Escolhas...

Mouse de maracujá?
Ou torta de limão?
Praia ou Campo?
Casamento ou putaria?
Escollher é perder.
Renunciar, preterir.
Milhões de livros.
Na internet.
Mil destinos.
Para viajar.
Pessoas, para "plugar".
A liberdade de escolha.
Seria o "sacro momento".
Mas paradoxalmente.
Virou frustação.
Diante de tantos caminhos.
Tantas possibilidades.
Eis o paradoxo.
A geração MSN é livre.
Mas não "abre mão".
Do seu "Petit Gâteau".

4 comentários:

  1. Nando Reis ou Arnaldo Antunes?
    Zeca Baleiro ou Moska?
    Lenine ou Maria Gadú?
    O foda daqui de Brasília é que os preços da cultura que presta são caros demais!
    Deveriam ser mais acessíveis.
    Daí a frustração passaria longe.
    Pelo menos daqui.

    ResponderExcluir
  2. rs, verdade. Mas por outro lado a concorrência é menor. Aqui em Sampa é fila para tudo: teatro, cinema, shows...

    ResponderExcluir
  3. Por que tem que ser um ou outro? Na maioria das situações dá pra escolher os dois. Da pra ser livre comendo petit gateau, não? Mas entendi. Vc descreveu um panorama maniqueísta. Escolhas extremas. Só que há muitos caminhos entre uma escolha e outra. Dá, inclusive, pra existir casamento e putaria simultâneos.

    ResponderExcluir
  4. Barbara, não pensei em extremos. Mas em coisas excludentes. Daí a enorme dificuldade de decidir em tempos atuais, já que a consequência é abrir mão algo. Há pessoas que adoram adiar decisões justamente por ainda não estarem maduros a ponto de, também, perderem algo.
    E claro. Você está certo. Putaria e casamento convivem juntos há anos e anos. rs.

    ResponderExcluir