19 de junho de 2010

Anauê....

Zapeando a TV hoje vi o documentário
"Soldado de Deus" no Canal Brasil.
Resgata o que foi o Integralismo no Brasil,
movimento chefiado pelo Plínio Salgado.
Há vários testemunhos interessantes.
Notáveis que eram adpetos, que eu desconhecia.
A parafernália era toda nazi-fascista: gestos,
uniformes, símbolos, e a defesa radical da
da família e da Pátria se sobrepondo ao indivíduo.
Engraçado isso. A direita sempre foi a defesa
dos "poucos e bons" que dirigem o resto.
A massa é burra, e precisa da condução de esclarecidos.
O Fascismo é o primeiro projeto de massaficação da direita!
Muniz Sodré foi certeiro: o Império nos deu nação, Estado,
mas não deu povo.
O Integralismo, portanto, foi a tentativa da criação de
um "povo brasileiro", à direita, e de forma conservadora.
O mais engraçado foram as adaptações que os Integralistas
tiveram qaue fazer para assimiliar o ideário nazi-fascista.
Afinal, como conceber a idéia de um povo de raça pura,
numa sociedade lindamente mestiça?
Coisas do Brasil. Até movimentos de direita tiveram que rebolar....

Nenhum comentário:

Postar um comentário