14 de dezembro de 2013

A quase não-vida....

Que tempo vivemos...
Ter personalidade hoje não é "produtivo", é quase uma sentença anti-social.
A onda "up to date" é demonstrar leveza, flexibilidade a adaptações.
Resumindo: goste e participe conforme a maioria. Do contrário...
Curioso que ao invés de lapidar uma persona, algo tão importante para o fortalecimento interno.
Viramos o resumo efémero do que seria um estilo de vida normal:
A praia que frequentamos, o destino das férias, o livro que carregamos,
a caricatura de um aplicativo, o mega-show que iremos, a balada do momento, etc.
Todos nossos melhores predicados colorem fotos e frases de páginas de redes sociais!
E seguimos assim: cheios de esboços e instantes, mas talvez sem "sermos" de fato.
Viva a pós-modernidade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário