18 de abril de 2012

No fundo sou um conservador.....

No fundo sou um conservador!
Nem o celular consigo trocar.
O prazer tátil, pelo menos a mim.
Das teclas em relevo.
É inapelávelmente superior.
Às telas multi-touch.
E outras firulas quetais.
Daí que continuamos na mesma!

Nenhum comentário:

Postar um comentário