7 de janeiro de 2015

"Eu canto pra Deus proteger-te".......

Adoro histórias por trás das canções; entender as motivações, referências pessoais, sutilezas poéticas, etc., em letras de grandes músicas. Verão é a estação do Rio, e lembro minha estranheza infantil, e fascínio, sobretudo do ouvido virgem sob introdução vibrante da guitarra de Pepeu, com a canção “Menino do Rio”, feito por Caetano para Baby Consuelo. 
Num trecho ele fala “menino vadio” que é um golaço poético, já que mulheres não podem ser chamadas assim. Depois “eu canto pra Deus proteger-te” que além de se um baita encaixe poético à melodia, acabou sendo um trecho visionário dado o fim trágico de Petit, o “surfista dourado” que inspirou Caetano.
Carioca de muitas mulheres e de vida intensa, sofrera grave acidente que deixou parte do seu corpo paralisado. Não suportando ficar longe do mar e das mulheres, se suicidou aos 32 anos com uma faixa de judô.

Fotografia do Píer de Ipanema em 1971

Nenhum comentário:

Postar um comentário