9 de agosto de 2011

Dias estranhos....

Há dias estranhos.
O sinal fecha em você.
O elevador te deixa no hall.
E só sua fila não anda.
Há dias ainda mais estranhos.
Você supera um trauma antigo.
Dá a mão ao desafeto.
E revive amores perdidos.
Há dias totalmente estranhos.
Tudo dá certo.
As portas se abrem.
A sorte te agarra.
E se acredita na vida.
Há dias absurdamente estranhos.
Você se pega gostando de trabalhar.
Descobre que tem férias vencidas.
E é obrigado a gozá-las!

Nenhum comentário:

Postar um comentário