9 de setembro de 2012

A morte dos "botecos"...









Os campos de várzea.
Sumiram de Sampa!
Ergueram-se prédios.
E mais prédios.
E agora são os "botecos".
Que ameaçam sumir!
Parêntesis: "botecos", não bares!
Aliás, o que mais se vê.
É essa proliferação de bares.
Cada vez mais impessoais.
Estilizados e "rentáveis"!
Porque "botecos" de fato.
São necessariamente familiares.
Simples e sem frescura!
Aqueles que o garçom é amigo.
Dos papos e fofocas da vida.
E da inocente "pendura"!
É um verdadeiro crime social.
Esse "botecocídio"!

Nenhum comentário:

Postar um comentário