16 de julho de 2012

O zunir do tempo...

De repente.
Passou meio ano.
Outro dia era janeiro.
Agora, o inverno.
A metado do ano.
A metade da lua.
Mas quando mesmo.
O tempo passou a correr?
Onde estão mesmo.
Aquelas tardes de tédio.
O relógio parado.
A agonia de nada andar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário