14 de maio de 2012

A maldita falta do que falar.....

Incrível como há períodos.
Que ficamos prostrados!
Não há idéias.
Insights, pensamentos.
Músicas edificantes.
Aromas, pratos.
Filmes, conversas.
Nada de novo no front!
Uma vida totalmente atribulada.
Que aprisiona sua alma!
É como se o esgotamento.
Anulasse a reflexão de tudo.
Talvez aquilo que Cazuza disse:
"A maldita falta do que falar!".
E também:
Que preciso de férias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário