26 de fevereiro de 2016

Mulheres que roubam a alma dos homens.....


Tenho a seguinte a teoria que, como qualquer teoria, tem suas falhas.
Por tudo que observei na vida, a mulher cujo poder lhe permite roubar a alma dos homens conjuga três irresistíveis qualidades:
1) São indiscutivelmente belas e atraentes e, claro, a beleza está no olho de quem vê.
2) Demonstram os melhores predicados maternos: força e segurança.
3) O mais difícil: são misteriosas e impossuíveis. Colocam o homem numa excitante e corrosiva zona de desconforto no qual não há certeza de nada. Só uma: que ele sempre tem que a conquistar!
Não raro as mulheres, quando envolvidas, trocam (ou desconhecem) essa fantástica terceira qualidade pelo ciúme desmedido que as leva à lona.

"Ruth acatou a promessa, não tinha opção, faria o que fosse preciso pra não perdê-lo outra vez.
Ruth era posse de Ciro. E quanto mais se provava dele, mais difícil era pra Ciro, amar o que
lhe pertencia". - Trecho extraído do livro Fim, de Fernanda Torres.

Obs: Desnecessário (ou não!) dizer que isso não se aplica a relações estáveis de longo prazo.

5 comentários:

  1. E por que devemos sempre raciocinar que se trata de lados opostos definidos pelo gênero?

    ResponderExcluir
  2. Lorena, eu falei do ângulo masculino porque sou homem, e porque só me interesse por mulheres. Ou seja, é uma visão particular à luz, exclusivamente, do que vi e vivi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu compreendo. Só quis instigá-lo a respeito desse confronto eterno dos gêneros se posicionando em lados opostos. Há que se observar possíveis experiências de convergência, de colaboração entre o homem e a mulher. Mesmo porque acredito que as verdades ou conceitos psicológicos estejam sendo abordados de outras maneiras quando vemos casais do mesmo gênero se relacionando afetivamente. Eu não tenho nenhuma especialidade acadêmica no assunto mas tenho me interessado por discussões que possam abordar o comportamento humano independente do gênero. Obrigada por responder.

      Excluir
  3. Na minha humilde opinião, essas mulheres rotuladas como impossuíveis e misteriosas são demasiadamente previsíveis.
    O problema é que, quando inebriado pela beleza, o homem se torna incapaz de prever as atitudes destas mulheres.
    Mas são, de fato, previsíveis. Prova disso é saber que são avassaladoras quando apaixonadas.
    Logo, não consigo perceber a graça nisso. Conquistá-las para descartá-las?

    ResponderExcluir
  4. Ola! Interessante seu ponto de vista...
    Senti-me "provocada" em comentar em especial pela "necessidade (ou nao) dizer que tais aspectos de sua teoria nao se aplicam a relacoes duradiuras e estaveis."
    Entendo que o ciume seja uma maneira (equivocada "ou nao"),de expressar inseguranca e possessividade. Contudo, pouco se ensina e estimula a falar sobre nossas necessidades. O descompasso nao se da ao meu ver na periodicidade da relacao, mas sim em sua dinamica.
    O eterno conquistar, me parece condicao imprescindivel numa relacao (e sendo via de duas maos, diga-se de passagem). Assim como, a admiracao e beleza (inicial) e a presenca dos predicados maternais.
    Obrigada pelas reflexoes e "provocacoes"! Abs

    ResponderExcluir