14 de novembro de 2012

Força e fraqueza no bicho-homem....

Sabemos bem.
Que no bicho-homem.
Faz morada o belo.
Mas o sinuoso também!
Da mesma forma.
A força (vitalidade).
E a fraqueza (falta de ímpeto).
Como ensinou o titio Nietzsche!
Aliás, importante notar.
Que a força é mais perigosa.
Te coloca para empreender.
Testar, mudar e, sobretudo.
Arriscar!
A fraqueza é cômoda.
Arriscamos muito pouco.
Tocamos a "bola de lado".
E ficamos com o prêmio narcísico.
De enxergamos um "bom potencial".
Em nós, pra isso ou pra aquilo.
Mas que nunca é praticado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário