18 de julho de 2011

"Faroeste Caboclo" tanto tempo depois.....

Em Brasília há quase 5 anos.
Ontem que ouvi "Faroeste Caboclo".
Bateu aquela nostalgia de moleque!
Lembro que no ginásio.
Saber de cor a música.
Impressionava as menininhas.
Havia competição, comoção.
E até chorávamos com a saga musicada.
De João de Santo Cristo.
Engraçado notar tanto tempo depois.
A falta de verossemelhança.
Que passaram batidas na canção.

"Não boto bomba em banca de jornal".
Nunca vi uma banca de jornal em Brasília!

"Pablo trazia o contrabando da Bolívia
E Santo Cristo revendia em Planaltina".

Pera lá, Bolívia, rota de contrabando?

"E o Santo Cristo não sabia o que fazer
Quando viu o repórter da televisão
Que deu notícia do duelo na TV"

Duelo na Ceilândia na TV?
Tá, conta outra.

"Com Maria Lúcia Jeremias se casou
E um filho nela ele fez"

Maria Lúcia casa com o bandido mau?
Difícil de acreditar, mas vai lá.

"E nisso o sol cegou seus olhos
E então Maria Lúcia ele reconheceu
Ela trazia a Winchester-22
A arma que seu primo Pablo lhe deu."

Como é que é? Maria Lucia dá arma pro João?
Pra matar o pai do seu filho?

"Maria Lúcia se arrependeu depois
E morreu junto com João, seu protetor"

Como assim? Jeremias matou Maria?
A mãe do seu futuro filho?

"E a alta burguesia da cidade
Não acreditou na história que eles viram na TV"

Como é que é? Alta burguesia em Ceilândia?

É por essas e outras.
Que prefiro a Geni do Chico!

5 comentários:

  1. AHHHHHHHHHHHH, pára de ser chato vai!!! Essa vc foi chato demais. A saga da Geni é incrível, mas Faroeste é incrível!! Incoerências à parte, não importam, não fazem a menor diferença diante a comoção, como vc mesmo disse, que faroeste sempre causou e causa até hoje diante sua simples poesia. Ricardo Devito

    ResponderExcluir
  2. Agora vc comparou banana com pêra...

    ResponderExcluir
  3. Rick Martin!! Quanto tempo meu camarada Sorocabano. Primeiro devo dizer e assumir que sou chato. Você tem razão. E nessa linha, resolvi provocar os Legiãozetes. Sei lá, tanto tempo depois. Conferir frases como "o sol nasce pra todos, só não sabe quem não quer", "é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã". Tá loco! Auto-ajuda musicada. O Renato Russo era o Augusto Cury do Rock and Roll. E Messianismo me causou certa repulsa.....rs. Abração!

    ResponderExcluir
  4. chinfrinho...... viva LEGIÃO

    a música é perfeita!!!!!

    meu amigo, não foi bonito o que escreveu!!!

    ResponderExcluir
  5. música não tem que ter manual, para dar explicações sobre tudo. por falar nisso, e o manual?

    ResponderExcluir